Molho sugo, parisiense, branco? Saiba as características de cada um!

shutterstock_86739517

O molho é essencial em uma boa receita de macarrão, não é? Mas somente o sabor não define um molho, sua composição e características podem definir não apenas uma ótima receita, mas também como a sua alimentação está afetando a sua saúde! Confira aqui as características dos molhos e quais as recomendações dadas à cada tipo!

propriedades_dos_molhos_1

1. Sugo: é saudável se for elaborado com tomates frescos ou pelados e sem conservantes. Os molhos prontos possuem excesso de sódio e aditivos para a conservação. Use ainda ervas frescas, ricas em substâncias antioxidantesvitaminas e minerais.

2. Branco: a receita tradicional leva manteiga, farinha de trigo e leite, mas pode variar e receber outros ingredientes, como gema de ovo, creme de leite e queijo. É um molho que pode ser feito em uma versão mais light, usando leite e queijos desnatados e substituindo o creme de leite por iogurte. Não é indicado para quem está de olho na balança, por isso, opte por outros molhos menos calóricos.

3. Parisiensemolho branco com ervilhas, cogumelos, frango ou presunto. É nutritivo, pois leva proteínas­fibrasvitaminas e minerais. Pela quantidade de calorias deve ser consumido com moderação. Valem as mesmas recomendações dos outros molhos à base de molho branco.

4. Bolonhesa: a base é a mesma do molho sugo, por isso valem as mesmas recomendações. Utilizando uma carne magra e evitando excesso de gordura no preparo é uma boa opção para consumo.

5. Funghi: pode ser preparado utilizando o cogumelo hidratado, azeite e ervas ou à base de molho branco, como é mais comum. Na maioria das receitas é adicionado creme de leite, que eleva o valor calórico e de gorduras da preparação. Mas os cogumelos são também fontes de proteínas e ­fibras, o que pode dar um equilíbrio à receita.

6. Alho e óleo: combinação saborosa e nutritiva. O molho tem preparo bem simples e prático, mas também é calórico!

7. Quatro queijos: composto por molho branco e quatro tipos de queijo (provolone, parmesão, gorgonzola e requeijão). É uma versão rica em gorduras! Deve ser consumida com moderação, principalmente em dietas para controle de peso e de colesterol.

8. Pesto: preparado com azeite, alho, manjericão e o ingrediente principal: os pinoles. Essa oleaginosa ainda é cara, por isso pode ser substituída pelas nozes e castanhas. É rico em gorduras do bem e proteínas. Uma opção saudável, porém muito calórica.

9. Pomodoro: variação do molho de tomate, que tradicionalmente é preparado com cozimento mais rápido, com tomate em pedaços e sem pele, alho e muito manjericão. É supersaudável, pouco calórico e fácil de preparar. Os maiores benefícios f­icam por conta do tomate, alho e manjericão.

10. Rosé: sua base é o molho branco, onde se adiciona purê de tomate e temperos. As receitas podem agregar outros ingredientes, como queijo, cogumelos, etc. Assim como o molho branco, deve ser consumido com moderação, para não favorecer o sobrepeso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>